01/01/2015

Personagens: Generais Marinas

Da mesma forma que Atena tem seus Cavaleiros, Poseidon tem um exército de guerreiros com armaduras que tem o ajudado desde a Idade dos Mitos, os Marinas. Usando como base o templo submarino de Poseidon no fundo do Mar Egeu, os Marinas são formados por centenas de soldados rasos e comandado por sete poderosos guerreiros conhecidos como Generais Marinas, cujo Cosmo rivaliza ao de um Cavaleiro de Ouro.
O dever dos Generais Marinas é proteger os pilares dos Sete Mares que sustentam o templo de Poseidon. O pilar mais forte, no entanto, é defendido pelo próprio Poseidon.


THETIS DE SEREIA
人魚姫のテティス

Uma leal serva de Poseidon, Thetis foi salva por Julian Solo, quando ele ainda era uma criança. Na época, Thetis era um belo peixe que ficou preso na praia, mas foi devolvida ao mar por Julian, fato que ela jamais esqueceu e pelo quê lhe foi sempre grata. Durante o ataque de Poseidon contra as forças de Atena, ela age como mediadora entre as duas facções em conflito. Thetis é uma guerreira de média patente, com poder equivalente ao de um Cavaleiro de Prata, pois é superior aos soldados rasos e subordinada aos Generais Marinas. A guerreira não consegue ajudar seus superiores, pois é derrotada por Shaina de Serpentário. A Amazona poupa sua vida e Thetis consegue salvar Julian Solo em meio ao colapso do templo submerso depois que Atena remove a alma de Poseidon de seu corpo. Thetis se transforma em peixe novamente ao morrer e Julian a devolve ao mar mais uma vez quando a encontra. Na versão do anime, Thetis é uma sereia meio mulher e meio peixe, e aparece nadando livre no mar próximo a Julian desacordado na praia.


MARINAS SEM PATENTE
雑兵の海闘士

A grande maioria do exército de Poseidon, em mais de centenas. Os Marinas sem patente possuem algum nível de controle sobre o Cosmo, até certo ponto, uma vez que exercem uma força sobre-humana. Acredita-se que tenham um poder equivalente ao de um Cavaleiro de Bronze. Eles, também, vestem versões mais fracas das Escamas de seus superiores, os Generais Marinas.

Os sete mais poderosos guerreiros do exército de Poseidon, os Generais Marinas. Com poderes similares ou superiores ao de um Cavaleiro de Ouro, os Generais Marinas vestem proteções corporais conhecidas como Escamas, que são modeladas por criaturas de lendas marítimas. O dever dos Generais Marinas é proteger os pilares dos Sete Mares que sustentam o templo de Poseidon. Do mesmo que os Cavaleiros de Atena, os sete Generais Marinas provem de diferentes partes do globo terrestre, uma forma de mostrar que Poseidon comanda todos os oceanos na Terra. 


BIAN DE CAVALO MARINHO
海馬のバイアン

Nascido no Canadá, Baian era o guardião do pilar do Oceano Pacífico Norte, um dos oito que impedem o alagamento do templo submarino de Poseidon. Seiya de Pégaso foi o primeiro a alcançá-lo e, inicialmente, quase foi derrotado pelo General Marina. Meses antes, Seiya tinha derrotado o Cavaleiro de Prata, Misty de Lagarto, um homem que, como Baian, usava correntes de ar para formar uma barreira impenetrável. Com a experiência desta batalha e a sua Armadura fortalecida, Seiya derrota Baian.


IO DE SCYLLA
スキュラのイオ

Nascido no Chile, Io era o dedicado guardião do pilar do Oceano Pacífico Sul. Com a chegada de Shun de Andrômeda, Io tentou enganar o Cavaleiro de Bronze com a ilusão de uma jovem mulher, mas seu plano não funciona e ambos entram em combate. Io utilizou ataques similares aos das seis criaturas que compõem a besta Scylla da mitologia grega, mas Shun consegue desenvolver uma estratégia para combater todos eles, vencendo um por um. Shun poupa a vida de Io após derrotá-lo, mas, quando estava prestes a destruir o pilar. Io saltou na frente para proteger o pilar do ataque de Shun. Sua tentativa falha e Io acaba morto.


KRISHNA DE CHRYSAOR
クリュサオルのクリシュナ

Nascido no Sri Lanka, Krishna era o guardião do pilar do Oceano Índico. Ele utilizava uma lança dourada e o poder espiritual derivado da energia chamada Kundalini, semelhante ao Cosmo dos Cavaleiros. Krishna se identificava verdadeiramente com os ideais de purificações da Terra de Poseidon. O adversário de Krishna foi Shiryu de Dragão. Sua lança dourada provou ser poderosa demais para o Cavaleiro de Dragão, até que Shiryu se lembra de que o espírito da Excalibur descansava em seu braço direito, herdado do Cavaleiro de Ouro Shura de Capricórnio. Assim, Shiryu foi capaz de destruir a sua lança dourada, mas Krishna não se abateu e meditou para explodir seu Cosmo ao máximo, desencadeando um ataque final para acabar com Shiryu. O combate termina com Shiryu destruindo os pontos de chakra de Krishna, matando-o e ficando cego. Shiryu, então, consegue destruir o pilar com a ajuda de Kiki.


KASA DE LYMNADES
リュムナデスのカーサ

Nascido em Portugal, ele é conhecido como "caçador de corações" e é considerado o Marina mais selvagem e sádico. Kasa era o guardião do pilar do Oceano Antártico e protegia o pilar através de técnicas traiçoeiras. Kasa era capaz de vasculhar o interior do adversário e se disfarçar de algum ente querido. Com suas ilusões, Kasa consegue derrotar Seiya de Pégaso, Hyoga de Cisne e Shun de Andrômeda. Porém, quando Ikki de Fênix surge para enfrentá-lo, Kasa não consegue sentir qualquer sentimento para usar contra o Cavaleiro de Bronze e só encontra um, preso no fundo do seu coração, a lembrança de Esmeralda. Isso, no entanto, enfurece Ikki, que executa o General Marina.


ISAAK DE KRAKEN
クラーケンのアイザック

Nascido na Finlândia, Isaac foi um aprendiz de Cavaleiro sob a tutela de Camus de Aquário (na versão do anime, do Cavaleiro de Cristal), na mesma época que Hyoga, até sofrer um acidente ao salvar Hyoga de um afogamento. Isaac perde um dos olhos e cai no fundo do oceano desacordado, mas foi salvo pelo kraken e levado para o templo submarino de Poseidon. Lá, Isaac se torna um General Marina e guardião do pilar do Oceano Ártico. Após o ataque dos Cavaleiros de Bronze ao templo de Poseidon, Isaac confronta Hyoga, culpando-o por tudo que deu errado em sua vida. Hyoga acaba vencendo Isaac, após muita relutância.


SORENTO DE SIRENE
海魔女のソレント

Nascido na Áustria, Sorrento é o único General Marina que não nasceu em um país banhado por mares e oceanos. Ele é o guardião do pilar do Oceano Atlântico Sul e é um talentoso flautista, usando o som da sua flauta como arma de batalha. Durante os ataques de Poseidon, Sorrento foi designado para matar os Cavaleiros de Bronze, que estavam em coma em um hospital. Ele acabou enfrentando Aldebaran de Touro, mas Atena interrompe a batalha e pede que Sorrento a leve para encontrar Poseidon, que obedece e a leva para o templo submarino de Poseidon. Mais tarde, Sorrento enfrentou Shun de Andrômeda, que conseguiu derrotar Sorrento e destruir o seu pilar. Durante os eventos, Sorrento desconfiou do General Marina Kanon de Dragão Marinho, acreditando que a ressurreição de Poseidon e a guerra que se seguiu foram resultados de sua ambição. Quando Kanon enfrenta Ikki de Fênix, as suspeitas de Sorrento se confirmam. Após Atena selar a alma de Poseidon e voltar para a superfície, Sorrento fez o mesmo e procurou por Julian Solo, a reencarnação de Poseidon. Sorrento e Julian decidiram viajar pelo mundo para ajudar as pessoas que sofreram na catástrofe causada por Poseidon. Sorrento ainda estava ao lado de Julian quando Poseidon despertou novamente e enviou as Armaduras de Ouro para ajudar os Cavaleiros de Bronze na batalha contra Thanatos.


KANON DE DRAGÃO MARINHO
海龍のカノン

Nascido na Grécia, Kanon é irmão gêmeo do Cavaleiro de Ouro Saga de Gêmeos, que tinha o propósito de substituir Saga como Cavaleiro de Gêmeos, caso algo ocorresse com o mesmo. Kanon sempre teve uma atitude oposta a de seu irmão; enquanto Saga era bondoso, Kanon era maléfico e planejava destruir o Santuário e, por este motivo ele foi aprisionado na prisão do Cabo Sounion, um lugar onde ninguém conseguiria sair sem a ajuda de um Deus. Várias vezes ele esteve perto da morte, porém, sempre foi salvo pelo Cosmo da deusa Atena. Nesta prisão, Kanon acaba encontrando uma caverna com o Tridente de Poseidon, que, ao retirá-lo da rocha, acaba caindo diretamente no templo submarino do deus no fundo do Mar Egeu. Despertando Poseidon, Kanon finge ser seu General Marina de Dragão Marinho e consegue enganar o deus, a fim de realizar o seu desejo maligno de tornar-se um deus e dominar a Terra. Como protetor do pilar do Oceano Atlântico Norte, Kanon lutou conta Ikki de Fênix, mas Sorrento de Sirene, depois de descobrir das reais intenções de Kanon, aparece e o detém para Ikki destruir o pilar. Por todas as suas ações malignas, Kanon é desacreditado pelos outros Cavaleiros de Ouro quando afirma estar arrependido. Porém, depois de passar pela provação de Milo de Escorpião sem reagir e proteger o Santuário contra a invasão dos Espectros de Hades, Kanon é perdoado por seus pecados e começa a vestir a Armadura de Ouro de Gêmeos. Kanon e Dohko de Libra partem para o Mundo dos Mortos, e lá enfrenta diversos Espectros, incluindo o Juiz do Inferno Rhadamanthys de Wyvern, contra quem Kanon se sacrifica para poder derrotar, pondo fim à sua penitência e sendo uma peça importantíssima na vitória de Atena contra Hades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-nos

     Facebook  Twitter   Instagram  Pinterest  Youtube
    Contato@SaintSeiyaAlfa.com

Seguidores

Parceiros

 Raciocinando Filmes Area Gamer Sucode Manga Manitroll Canal Yeeah

Links oficiais

 Saint Seiya   Kurumada Pro
  Saint Seiya Anime
 Saintia Shô   Saint Seiya 30th
 Soul of Gold  Tamashii