08/02/2018

Episode Zero - Capítulo 02

No dia 19 de Janeiro foi lançado no Japão através da revista Champion RED o segundo capítulo de Saint Seiya Episode Zero, intitulado de Batalha.
Confira um detalhado resumo deste penúltimo capítulo.
Segunda Parte:

Batalha

Aiolos de Sagitário se aproximou da entrada traseira da Casa de Peixes com a jovem Atena em seus braços tentando escapar do usurpador Saga de Gêmeos, que tomou o lugar de Grande Mestre do Santuário, assassinando o legítimo Grande Mestre, e assim planejando assassinar a encarnação de Atena e dominar a Terra. Graças ao Cavaleiro de Sagitário, Atena saíra ilesa do atentado, mas agora os Cavaleiros presentes no Santuário, Afrodite, Shura e Máscara da Morte, alertados pelo falso Grande Mestre, estavam à postos, acreditando que Aiolos era um traidor e que estava sequestrando Atena, e eles fariam de tudo para salvar a deusa, mesmo que isso custasse suas vidas.

Aiolos se dirigia à Casa de Peixes, descendo do Templo do Grande Mestre, e se perguntava qual a possibilidade de convencer Afrodite, o guardião daquela Casa, da veracidade de suas palavras. Uma rosa afiada fora lançada de forma ameaçadora no caminho de Aiolos interrompendo seus paços apressados, e assim o Sagitariano rapidamente constatou que seria obrigado a enfrentar seu companheiro que agora o via como um inimigo. Posto diante da saída da Casa de Peixes, e se mostrando tão belo quanto a mais graciosa rosa e tão ameaçador quanto o mais afiada adaga, Afrodite declarou que não deixaria Aiolos passar tão facilmente. Mesmo diante de tal desafio, Aiolos tentou persuadi-lo para que este escutasse a voz da razão, mas destilando arrogância o Cavaleiro de Peixes alegou que obedecia apenas as ordens do Grande Mestre, que no momento eram as de recuperar Atena e aniquilar Aiolos. Então chamando o Cavaleiro de Sagitário de traidor, Afrodite lançou contra ele o golpe Rosa Daga (Dagger Rose), fazendo com que várias rosas o acertassem, perfurando-o como verdadeiras facas. Mesmo com as rosas cravadas em seu corpo e mantendo Atena protegida em seus braços, Aiolos se manteve firme e não contra-atacou. Incrédulo com tal atitude Afrodite desejou saber o motivo de Aiolos não atacá-lo e o Sagitariano alegou que muito em breve se iniciaria a Guerra Santa e que se ele derrotasse Afrodite seria o equivalente a enfraquecer o exército de Atena. Afrodite deveria continuar no Santuário, e lutar contra o Exercito de Hades nas batalhas que não tardariam a acontecer. No entanto Aiolos não podia se dar o luxo de continuar naquele local, arriscando a sua vida e a de Atena, então usando seu poderoso Cosmo o Cavaleiro de Sagitário conjurou uma flecha invisível, a Flecha das Sombras (Shadow Arrow) e a lançou em direção da sombra do belo Pisciano, que se mostrou incrédulo ao perceber que estava imobilizado devido a flecha cravada no solo bem diante dele fixada à sua sombra.

Sem tempo a perder Aiolos se apressou a chegar à próxima Casa, sentindo em seu corpo os efeitos das rosas de Afrodite que o debilitavam. Ele teve a esperança de que Shura acreditasse nele, para poder sair do Santuário antes que algo terrível acontecesse com a pequena Atena. No entanto quando estava prestes a entrar na Casa de Capricórnio, Aiolos foi interrompido por um Shura cego pela fúria e que tampouco daria ouvidos as palavras do Cavaleiro de Sagitário, que pelo visto agora era tomado como traidor por todos do Santuário, sem esperanças de obter algum aliado naquela fuga desesperada.
Acreditando que Aiolos planejava entregar Atena ao exército de Hades e sem dar chance de Aiolos falar, Shura o atacou com sua espada sagrada, a Excalibur, com seu Cosmo explodindo de fúria por acreditar que seu companheiro havia chegado a tal nível! Aiolos nada fez contra o Capricorniano, apenas protegeu Atena enquanto sua carne sofria profundos cortes causados pela lâmina afiada da técnica de Shura. Então caído no chão e encharcado de sangue Aiolos buscou forças para se reerguer e concluir sua missão antes de sua vida se esvair. Shura alegando que não deixaria que Aiolos manchasse mais ainda o nome de Sagitário, se preparou para dar o golpe final.
Todo o sangue derramado naquelas batalhas até agora fora por Atena, e enquanto houvesse apenas  um único guerreiro disposto a se sacrificar pela deusa, significava que ainda havia esperanças. Com esse pensamento e buscando uma força inabalável no interior de seu ser, Aiolos se ergueu projetando mais uma vez a poderosa Flecha das Sombras, que lançou contra a sombra de Shura o paralisando imediatamente.
Mesmo paralisado, Shura fora capaz de usar sua Excalibur destruindo a flecha que o privava de seus movimentos, e sem mais delongas de preparou para decapitar o Cavaleiro de Sagitário, o traidor Aiolos! Erguendo sua mão direita, prestes a executar sua técnica mortal, Shura pediu perdão ao seu companheiro por tudo aquilo, mas em verdade, a justiça deveria sempre prevalecer, independente dos laços criados por eles. Então de repente, um Cosmo intenso irradiou da pequena Atena, fazendo com que Shura não concluísse o golpe, o paralisando completamente. Incrédulo, Shura buscava entender o motivo de não conseguir de mover. Então ambos os guerreiros notaram nas pequeninas mãos de Atena, a estátua da deusa da vitória, Niki, que havia se transferido da palma da mão da colossal estátua de pedra de Atena que se encontrava no Santuário, para proteger o bebê. O divino Cosmo de Atena que carregava a deusa Niki imobilizara Shura, o impedindo de matar Aiolos, e dando fim a batalha.
Então determinado a abandonar aquele local antes que algum imprevisto o impedisse de levar Atena a salvo, o Sagitário deixou o Capricórnio para trás. Imobilizado e confuso Shura questionou Aiolos, antes que este se afastasse, sobre o motivo dele não ter o atacado, pois Shura havia deixado o Sagitariano à beira da morte momentos antes. Em resposta Aiolos alegou que não o fez pois Shura também era um Cavaleiro de Atena, e não um inimigo.
E com essa despedida Aiolos se dirigiu a Casa de Sagitário, onde ele poderia cruzar com a certeza de não ter nenhum subordinado do usurpador tentando arrancá-lhe a vida!

Entrando pela última vez na Casa que defendia, Aiolos trajou suas vestes e pegou a urna onde guardava a Sagrada Armadura de Ouro de Sagitário. Sair do Santuário com vida agora não parecia uma tarefa impossível, porém mesmo salvando Atena, jamais poderia voltar a pisar no Santuário, e ele admitiu que não dependeria apenas dele para que Atena retornasse um dia a comandar o Santuário. Então ele concluiu que o dever de lutar por Atena cabia a nova geração de Cavaleiros que iria dentro de vários anos chegar ao Santuário, e para eles Aiolos decidiu escrever uma mensagem em umas das paredes da Casa de Sagitário, em uma última tentativa de que no final o Santuário fosse restaurado sob o domínio da verdadeira deusa da Justiça:

"Οι νέοι άνθρωποι που φτάνουν εδώ, τη φροντίδα τους εμπιστοσύνη Αθηνά"
Aos jovens que aqui chegarem, confio Atena aos seus cuidados!

O terceiro e último capítulo de Saint Seiya Episode Zero será lançado no Japão no dia 19 de Fevereiro na revista japonesa Champion RED (04.2018).

Nenhum comentário:

Postar um comentário