22/02/2018

10 motivos para querer ler o mangá Cavaleiros do Zodíaco: Episódio G!

Selecionamos dez motivos para fazer qualquer fã de Saint Seiya querer dar uma conferida no mangá Episode. G de Megumu Okada!
Confira:

01 | Os Cavaleiros de Ouro são o foco da saga! O "G" do título vem de Gold, do inglês Ouro, deixando claro que esta é uma série que tem como centro os jovens Cavaleiros de Ouro.

02 | Aiolia, o Cavaleiro de Leão, é o protagonista dessa história! Aiolia de Leão é o personagem principal, e é auxiliado pelos demais Cavaleiros de Ouro nas batalhas.

03 | No mangá é apresentada uma das cenas mais importantes da cronologia de Cavaleiros do Zodíaco! Treze anos antes das aventuras de Seiya e dos demais Cavaleiros de Bronze, Saga de Gêmeos se rebelou contra o Santuário e tentou assassinar o bebê que era a encarnação da deusa Atena. Todo os fatos mencionados no decorrer da saga Clássica são mostrados com mais clareza na saga Episode.G.

04 | Aiolia crescer sob o título de o irmão do "traidor" é mostrado com mais detalhes! O jovem Aiolia cresceu sob a sombra da suposta traição que seu irmão mais velho cometeu, e devido a isso sofreu todo tipo de humilhação e repúdio. Para mostrar seu verdadeiro valor, Aiolia, tenta estar sempre à frente das batalhas em Episode.G  com o objetivo de se tornar um dos Cavaleiros de Ouro mais poderosos do Santuário de Atena!

05 | Seis anos após a morte de Aiolos, uma poderosa força maléfica se abateu  sobre a terra. Os seres mitológicos conhecidos como Titãs (deuses antigos que antecederam o reinado de Zeus), são libertados de sua prisão por Pontos e lutam contra os Cavaleiros de Ouro para conseguir a arma de seu líder (A gadanha Megas Drepanon do Titã Cronos), que está lacrada no santuário, aos pés da estátua de Atena.

06 | O clã dos Titãs. São inspirados nos Titãs da mitologia grega. Os doze titãs (seis deuses e seis deusas), são filhos de Urano e Gaia , os primeiros rei e rainha dos deuses e do mundo. Nos tempos mitológicos, eles foram aprisionados por Urano que temia ser destronado por algum dos filhos. Entretanto, Cronos, o mais jovem dos titãs, libertou os irmãos e derrotou o pai usando a Megas Drepanon, arma sagrada criada por sua mãe, se tornando o novo rei dos deuses. Posteriormente, os filhos de Cronos, liderados por Zeus, atacaram os Titãs dando início a Titanomaquia. Após a batalha, os titãs foram selados nas profundezas do Tártaro, e Zeus assumiu como novo rei dos deuses.
Na era atual, os titãs se libertaram e liderados por Cronos pretendem destruir a Terra e mais uma vez voltarem a reinar.

 07 | O clã dos Gigas. Aliados dos Titãs, os Gigas são nove divindades convocadas por Cronos. Considerados seres poderosos, os Gigas são de fato deuses. Porém os jovens Cavaleiros de Ouro não se amedrontam diante do desafio de enfrentar inimigos tão poderosos.

09 | O visual! Não sei se podemos citar este tópico como um dos dez motivos para querer ler Episode.G, pois muitos fãs da franquia repudiam o traço de Megumu Okada. Ele possui um traço muito diferente do que Masami Kurumada usou nos 28 volumes do mangá Clássico. Na obra de Okada as imagens estão muito mais detalhadas. Nas Armaduras é possível observar um número incontável de adornos e figuras. Nas cenas de luta é necessário uma observação detalhada para não se perder diante a grande quantidade de objetos, fagulhas e movimentos que acontecem simultaneamente em um pequeno quadro.  As armaduras estão mais realistas. Na série original, parecem muitas vezes emborrachadas, graças as formas que assumem. No Episode.G se mostram feitas de placas, de maneira mais verossímil que a normal.

10 |  O desenrolo da história. Quem conhece as obras de Megumu Okada sabe que o autor tem sempre um roteiro firme, de coesão. Não é diferente com a saga G, onde o autor criou um roteiro firme e lógico, com personagens muito carismáticos e fortes. O traço é extremamente lindo, a história incrivelmente boa, e uma trama apesar de rebuscada, é de um fácil entendimento.

Um comentário:

  1. Adicionando ao conteúdo da matéria, Episódio G se destacada por outros pontos. Okada conseguiu encaixar a existência dos Cavaleiros no mundo real. Na história, o acidente nuclear da usina de Three Mile Island foi causado por aspirante a Cavaleiro que não conseguiu uma Armadura. O Governos convoca John Black, um exímio negociador. Entretanto, sua função não era negociar com o renagado, mas sim com Aiolia, que se recusava em deter o vilão. Nessa pequena cena, limitada ao começo do primeiro capítulo, temos a idéia de quão poderoso seria o mais fracos dos Cavaleiros, de quão influente seria o Santuário no mundo (uma "instituição" a qual os governos mundiais recorrem em momentos de crise) e quão imaturo um Cavaleiro pode ser, afinal de contas, Aiolia ainda era um pré-adolescente.
    Outro ponto interessante da história diretamente relacionada ao amadurecimento do protagonista, vemos que Aiolia usa o cabelo vermelho para não se parecer com o irmão, taxado de traidor entre os Cavaleiros, parando de tingir o cabelo assim que aceita sua condição de irmão do traidor e de que ambos não eram a mesma pessoa. E como se não bastasse, Aiolia não usa a diadema da Armadura de Leão, dizendo que somente a usuaria quando fosse digno de ser um Cavaleiro, assim como seu irmão foi. Passagem essa que está diretamente ligada as lembraças de Aiolia em relação a luta entre Aiolos e Garan, no qual o Cavaleiro de Sagitário decidiu lutar sem Armadura para estar em pé de igualdade com o adversário.
    Apesar de seguir os padrões editoriais dos mangás voltados ao público infanto-juvenil masculino, Episódio G teve bons momentos de originalidade, e por que não dizer superiores ao original.

    ResponderExcluir