16/05/2017

Episode.G Assassin - Capítulo 72

A Champion Cross lançou online o 72° capítulo do mangá Saint Seiya: Episode.G Assassin que pode ser conferido através do seu site (em japonês). Segue um detalhado resumo deste capítulo. Avisamos que contém spoilers.
Capítulo 72 - Mestres e Discípulos, Três Guerreiros
Os monges de Asama Taisha, o principal templo do Monte Fugi, localizado no distrito de Shizuoka, perceberam que o país estava sob ataque e começaram a enviar seus poderes espirituais para Kiki no Santuário de Atena, na Grécia, para assim poder amplificar o cosmo do Cavaleiro de Áries fortalecendo a barreira que estava protegendo o Japão. Também no templo de Atsuya, em Nagoya, no distrito de Aichi, os monges se mostraram determinados em ajudar Kiki a proteger o Japão e assim proteger a espada divina (a Espada Kusanagi, um dos três tesouros do país), que se encontrava guardada no templo. Neste momento difícil os monges sentiram um cosmo gigantesco se aproximar, de alguém que já fora um guerreiro lendário. Havia acabado de chegar ao templo de Atsuya nada menos que Shion de Áries! O antigo Cavaleiro de Ouro acalmou os monges, alegando que tudo estava ocorrendo conforme o planejado e que ele não permitiria que os monges sacrificassem suas vidas, e desta maneira o próprio Shion defenderia a espada divina. O líder do templo de Atsuya mostrou sua gratidão por Shion, um guerreiro tão digno que chegara ao seu auxilio. Shion admitiu que foi o primeiro a reconhecer que havia renascido em um novo corpo, com apenas um resquício de poder espiritual que tivera em épocas passadas, mas que porém, iria elevar o que sobrara de seu cosmo para ajudá-los naquele momento, sacrificando assim a sua vida. O ariano impressionou os monges ao elevar o seu cosmo, mostrando que ainda era detentor de um grande poder, apesar do guerreiro está com seus olhos vendados, como uma espécia de selo (algo que não foi esclarecido por ele, mas despertou dúvidas entre os monges que se mantiveram calados sobre a questão). Aflitos devido a preocupação de um eminente fracasso em manter a barreira de cosmo, os monges perguntaram quantos inimigos eram necessários para romper a proteção, e Shion deixou todos surpresos ao revelar que estavam lidando com apenas um inimigo, mas que no entanto não deviam temer este oponente. Mentalmente o guerreiro assumiu que ele fora o responsável por criar a técnica que seria utilizada por Mu de Áries da Dimensão do Caos contra eles, e que apesar dele estar mais poderoso do que o próprio Shion, o antigo Cavaleiro de Áries e Mestre do Santuário tinha a obrigação de deter aquele que já fora o seu pupilo.

Na Dimensão do Caos, Mu de Áries percebeu que a barreira fora amplificada utilizando o poder espiritual de milhares de outras pessoas, um plano arquitetado pelo seu antigo mestre, mas isso não o impediria de transformar tudo em cinzas! O ariano lançou um poderoso ataque mental que rapidamente atingiu a Terra, afetando diretamente as pessoas que estavam ajudando a amplificar a barreira, em uma tentativa de enfraquece-la ao máximo e assim a destruí-la.
Mesmo sofrendo as consequências daquela técnica tão poderosa, os monges se mostraram determinados a tentar manter a concentração e continuar empenhando seus esforços para manter o Japão seguro. Diante deste atentado, Shion não perdeu tempo e lançou um contra-ataque no mesmo nível, bloqueando aquela técnica e mantendo todos a salvo para assim amplificarem a barreira cósmica. Mu percebeu que tal feito não teria sido responsabilidade de Shion apenas, mas que seu pupilo, Kiki de Áries, ainda continuava a estudá-lo, analisando seus movimentos, se preparando para atacar. Sem querer perder mais tempo Mu provocou o seu antigo pupilo o chamando para uma batalha, ordenando que Kiki se postasse diante dele como o forte Cavaleiro que era, para proteger a Terra mostrando o seu verdadeiro poder.
No Santuário de Atena, Kiki determinado em confrontar de uma vez por todas o seu antigo mestre, falou aos soldados, que estavam desesperados por não poder ajuda-lo, que iria protege-los.
Mu de Áries lançou a poderosa técnica "Revolução Estelar" contra a Terra, no intuito de ferir a todos e mostrar o quanto Kiki era inútil em proteger aquele mundo que tanto amava! Os monges ficaram aterrorizados ao ver o ataque se aproximar, semelhantes a dezenas de meteoros destrutivos, porém nunca chegaram a atingir seu alvo. O poderoso ataque fora repelido por uma barreira que parecia estar protegendo toda a Terra. Então Mu percebeu que Kiki lançara sobre todo o planeta uma técnica que ele mesmo o ensinara, mas que fora aprimorada por Kiki, de modo que protegesse não só ele, mas bilhões de pessoas em diversos locais, uma colossal Muralha de Cristal!

Kiki admitiu ao seu mestre que iria utilizar este poder, que o próprio Mu lhe dera, para conseguir detê-lo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário