03/01/2017

Os Cavaleiros do Zodíaco vai muito além dos animes!

É verdade que Saint Seiya é um grande sucesso, em especial na América Latina, desde os anos 90. E também é verdade que uma parte considerável dos fãs conhece apenas as versões animadas das aventuras dos Cavaleiros de Atena.
Sentimos a necessidade de criar esta matéria falando a respeito das demais sagas dos Cavaleiros do Zodíaco que nunca chegaram a virar anime. Sendo canônicas ou não, todas foram aprovadas por Masami Kurumada, o criador da história original e que trabalha até hoje dando vida a estes personagens incríveis que irão lutar por Atena até o fim.


A série original do mangá, que teve seu lançamento em 1986 no Japão e que passou pelas sagas do Santuário, Poseidon e Hades, está atualmente na saga Next Dimension, lançada no Brasil através da Editora JBC desde 2011, e que conta atualmente com 77 capítulos, sendo os 74 primeiros divididos em 10 volumes completamente coloridos, um diferencial que não vamos encontrar nem na edição definitiva (Kanzenban) das sagas anteriores (Santuário, Poseidon e Hades). Next Dimension ganhou o amor do público e se mostrou como o favorito dos fãs para se tornar um anime, por se tratar de uma história nova, passada no século XVIII, porém, com os personagens já conhecidos, enfrentando oponentes novos e poderosos. O surgimento do 13° Cavaleiro de Ouro, Odisseu de Ofiúco, nos mostrou que nem todos os segredos do Santuário de Atena foram revelados nos 110 capítulos da saga Clássica.

Se por um lado Next Dimension se mostra como o favorito entre os fãs, o spin-off The Lost Canvas se mostra como o mais desejado. Gaiden, que são histórias solos dos Cavaleiros de Ouro, que se passam antes ou durante o decorrer da história principal, e deram aos fãs mais 89 capítulos divididos em 16 volumes, todos lançados no Brasil pela Editora JBC. Diferente da saga Clássica, a saga The Lost Canvas, foi escrita e ilustrada pela mangaká Shiori Teshirogi em parceria com Masami Kurumada, e conta outra versão da Guerra Santa do século XVIII, com novos personagens e um enredo carregado de emoção e batalhas épicas. Um anime chegou a ser produzido pelo estúdio TMS Entertainment, porém teve apenas 26 episódios e foi interrompido sem explicações. Os fãs estão esperando há quase 6 anos a continuação do anime para poderem enfim verem a conclusão da saga, porém muitos destes fãs esquecem que a saga The Lost Canvas já foi concluída em mangá, e recomendamos a leitura da coleção completa enquanto esperam o final do anime ser lançado ou ser oficialmente cancelado.
São 223 capítulos divididos em 25 volumes. E ainda conta com o

Quando o assunto são spin-offs de Saint Seiya, não podemos Episode.G! A história se passa anos antes dos eventos da saga Clássica, e mostra os Cavaleiros de Ouro mais jovens, em lutas mais épicas e no traço único do Megumu Okada. Tem 87 capítulos divididos em 20 volumes, todos já lançados no Brasil pela Editora Conrad. Há também um volume especial, intitulado de Volume 0, que conta uma história solo de Aiolos de Sagitário em 4 capítulos e foi lançado apenas no Japão. Assim como Kurumada, Megumo Okada continua atualmente dando prosseguimento a história, com a saga Episode.G Assassin, que já conta com 66 capítulos lançados no Japão, sendo os 64 primeiros divididos em 9 volumes. Assim como Next Dimension, a saga Episode.G Assassin foi lançada em cores nos seus volumes tankobon. O traço e as cores intensas usadas por Okada, algo que difere esta das demais sagas, sempre foi alvo de críticas por parte dos fãs, que em sua maioria rejeitaram a obra antes mesmo de tentarem ler e perceber que está é uma das sagas mais incríveis de Os Cavaleiros do Zodíaco.
esquecer é claro da saga do jovem Aiolia de Leão,

Saint Seiya vai muito além de mangás e animes, e a prova disso é a primeira ligth novel (livro) de Saint Seiya, intitulada de Gigantomachia, e foi escrita por Tatsuya Hamazaki e aprovada por A História de Mei e A História de Sangue; e ambos os volumes foram lançados no Brasil através da Editora Conrad. Gigantomachia conta a luta dos Cavaleiros de Atena contra os Gigas, gigantes aliados dos Titãs, que são liderados pelo deus Tifon. Apesar dos volumes do ligth novel não serem tão populares entre os fãs, que preferem um bom mangá ou que acompanham apenas os animes, está é uma história que vale a pena ser lida e deveria estar na prateleira de todos os fãs que apreciam uma boa leitura e que não gostariam de trocar os Cavaleiros de Atena por outro herói.
Masami Kurumada como uma história oficial. Conta com 10 capítulos divididos em 2 volumes:

Falando em heróis, podemos dizer que o mestre Masami Kurumada foi sim um criador de heróis, e dentre eles não estavam apenas os guerreiros da esperança, os Cavaleiros de Atena, mas sim Ryuuji, Kojirō, Zaji e Jingi... e todos esses personagens foram reunidos no mangá crossover intitulado de Kurumada Suikoden - Hero of Heroes. O mangá foi lançado em comemoração do 40° aniversário da carreira de Kurumada, em 2014, e reúne os personagens de cinco de suas obras: Saint Seiya, Ring ni Kakero, Fuma no Kojiro, Raimei no Zaji e Otoko Zaka. Foi desenhado por Yun Koga, e infelizmente nunca chegou a ser lançado no Brasil. A história, que conta com 21 capítulos divididos em 2 volumes, conta a história dos personagens que se encontram no continente perdido de Atlântida e enfrentam a ira divina por terem mudado a mitologia.

Por fim temos o spin-off Saintia Shô, da mangaká Chimaki Kuori, cujo o anime foi anunciado em Dezembro de 2016, e será produzido pela Toei Animation, o mesmo estúdio responsável pelo anime da saga Clássica. Apesar de Saintia Shôjá ser considerado um anime, ainda não foi lançado, e neste momento muitos fãs estão começando a acompanhar o mangá, que conta com 41 capítulos, os primeiros 40 distribuídos em 9 volumes, lembrando que os 2 primeiros volumes já foram lançados aqui no Brasil através da Editora JBC. A anúncio do anime foi acompanhado por uma forte crítica que expôs o machismo que está impregnado na fanbase de Saint Seiya aqui no país. O mangá conta a história de Shô de Cavalo Menor , uma Santia de Bronze que se tornou uma guerreira para salvar a sua irmã mais velha que estava servindo a deusa Atena junto com as demais Santias. É uma história paralela que se passa depois da saga do Santuário, e conta com uma gama de novas personagens, em grande maioria femininas. Saintias são guerreiras, que diferente das Amazonas, fazem parte da guarda pessoal da deusa. Saintia Shô existe desde 2013, e foi anunciada no Brasil em Setembro de 2016, tendo seu primeiro volume lançado em Outubro, porém o anúncio do anime trouxe à luz o mangá criado por Kuori, e o fato do grupo principal de personagens ser feminino e não usarem máscaras como as Amazonas, gerou uma revolta que foi refletida nos comentários de várias
postagens a respeito do novo anime. Devemos levar em consideração duas coisas, a primeira é que as guerreiras da classe de Saintias, ao contrário das Amazonas, não renunciaram a sua feminilidade, e devido a isso, não precisam usar máscaras. E a segunda, é que o Santuário de Atena não precisa apenas de homens para salvar o mundo e vencer uma guerra, afinal, a própria deusa Atena é uma mulher; a figura mais imponente e que sempre renasce como uma humana para lutar em defesa da Terra; a filha mais querida de Zeus, o senhor do Olimpo. Então se até Zeus prefere sua filha em vez de tantos outros filhos que ele tem, quem somos nós para acharmos que Cavaleiros são melhores do que Saintias? Aconselho a acompanhar o mangá para conferir lhe agrada ou não baseado no enredo e no traço e não na opinião machista.

Mas é isso galera! Saint Seiya vai muito mais além de animes; é uma franquia inteira, com mangás, livros, artbooks, músicas, jogos, e muitos mais para agradar a todo o tipo de fãs e de todas as idades. A grandiosidade dessa série é refletida nos anos em que ela se encontra ativa, e se depender de Masami Kurumada e de seus pupilos mangakás, Cavaleiros do Zodíaco irá durar ainda por muitas décadas, conquistando novas gerações; nossos filhos e netos. E poderemos contar-lhes que vimos o início de tudo isso, o início da lenda de Seiya de Pégaso!

Um comentário:

  1. seria bacana ter colocado o hipermito ai tbm... poucas pessoas conhecem

    ResponderExcluir